Tributário

O ambiente brasileiro apresenta-se de forma hostil a todos os tipos de empresa. Parte dessa hostilidade está diretamente relacionada a alta carga tributária aplicada a atividade empresária. Dessa forma, o planejamento tributário, assim como a revisão fiscal, são o meio adequado para estabelecer uma estratégia que diminua a carga tributária das operações de cada empresa.

Em conjunto à revisão fiscal e ao planejamento tributário ainda é possível utilizar-se de ações judiciais com a finalidade de recuperar tributos pagos a mais pelos contribuintes. Além disso, a Martini Advogados Associados atua na defesa administrativa junto aos órgãos do CARF, Receita Federal e PGFN, assim como na esfera e judicial.

Principais áreas de atuação:

  • Contencioso Tributário Judicial
  • Contencioso Tributário Administrativo
  • Revisão e Planejamento Tributário
  • Diagnostico Fiscal

 

Tem interesse?
Fale com a gente!

Se você precisa de auxílio em assuntos legais, a Martini Advogados tem o serviço ideal para lhe ajudar. Fale com a gente em nossos canais de contato.

Entre em contato

Uma equipe qualificada para melhor lhe atender.

Conheca nossos profissionais

Confira nosso blog.

  • Por que não posso deixar toda a herança para quem eu quiser?

    Por que não posso deixar toda a herança para quem eu quiser?

    2 de junho de 2022 - Por: Andréa Aldrovandi,

    Notícias
  • Justiça autoriza a responsabilização solidária de sócios em processo de recuperação judicial

    Justiça autoriza a responsabilização solidária de sócios em processo de recuperação judicial

    31 de maio de 2022 - Por: Henrique Carraro Ficagna, Luciano D’avila Coutinho,

    Notícias
  • É possível o pagamento de indenização antecipada para representante comercial, como parte da comissão de vendas realizada?

    É possível o pagamento de indenização antecipada para representante comercial, como parte da comissão de vendas realizada?

    26 de maio de 2022 - Por: Filipe Heuser de Almeida,

    Notícias
  • Nenhum dos cônjuges pode prestar fiança, sem autorização do outro, exceto no regime da separação absoluta

    Nenhum dos cônjuges pode prestar fiança, sem autorização do outro, exceto no regime da separação absoluta

    23 de maio de 2022 - Por: Andréa Aldrovandi,

    Notícias
Mais postagens

Assine nossa Newsletter